Na última segunda-feira, dia 21.09.2020, foram realizadas as primeiras audiências presenciais no TRT da 5ª Região após a suspensão dessas atividades em decorrência da pandemia do coronavírus.

Segundo o Juiz Adriano Bezerra, titular da 1ª Vara do Trabalho de Salvador a experiência foi excelente: “Todos elogiaram os protocolos de segurança […] não houve tumulto nem aglomeração”.

(da esquerda para direita: Juíza Renata Gaudenzi, Juiz Adriano Bezerra e Juiza Cláudia Uzeda Doval)

Disse também que apesar de as partes terem sido notificaras por intermédio de seus próprios advogados, em razão da então greve dos correios, em apenas uma audiência não houve o comparecimento, uma vez que a parte se encontrava em uma fazenda no interior do Estado.

Já na 26ª vara as audiências ocorreram pela manhã. Três processos foram incluídos em pauta, sendo que dois ficaram conclusos para o julgamento e um foi adiada a audiência.

(sala de audiências da 26ª Vara de Salvador)

Em um dos processos a audiência aconteceu de forma híbrida, com a colheita do depoimento do preposto de uma das reclamadas feito telepresencialmente.

A Juíza Titular da referida unidade, Dra. Renata Gaudenzi inseriu um espaçamento de uma hora para realização de cada audiência, para evitar a aglomeração de partes, advogados e testemunhas.

(sala de audiências da 26ª Vara de Salvador)

“A previsão é que, em novembro, todas as Varas do Trabalho de Salvador participem do Projeto-piloto, cada uma fazendo uma sessão semanal, o que importa em dizer as as telepresenciais precisarão continuar”, completou o Juiz Adriano Bezerra.