Pelo 5º mês consecutivo houve redução no número de processos distribuídos no TRT da 5º região.

Foram recebidos 4.204 processos no mês de agosto de 2020 contra 7.834 no mesmo mês do ano de 2019, o que representa uma queda da ordem de 46,3%.

Se a comparação for feita com o mês de agosto de 2017, ou seja, antes da reforma trabalhista, a redução é da ordem de 64,54%.

A queda se acentuou significativamente a partir do mês de abril deste ano, por conta das medidas adotadas pelos poderes públicos no combate aos efeitos da pandemia do coronavírus.

No âmbito dos Órgãos do Poder Judiciário em geral as referidas medidas envolveram a suspensão das atividades presenciais, inclusive a realização de audiências.

Servidores e magistrados permaneceram em trabalho remoto, mas as audiências de instrução estão encontrando dificuldades de serem realizadas por diversos motivos.

A redução na quantidade de demandas trabalhistas também pode ser decorrente da dificuldade de contato dos trabalhadores com os seus advogados, por conta das medidas de isolamento.

Contudo, com a adoção de medidas flexibilizadoras por diversos municípios nos meses de julho e agosto, já era para ter tido algum reflexo nos números, ou seja, uma pequena recuperação na quantidade de processos distribuídos, o que, de fato, não aconteceu.